Notícias

23/03/2016

Sessão da Câmara de Vereadores homenageou mulheres imbeenses

Sessão da Câmara de Vereadores homenageou mulheres imbeenses


O plenário do Legislativo Municipal de Imbé esteve lotado na noite da última terça-feira (22). Autoridades locais, familiares e moradores prestigiaram a homenagem Casa para nove mulheres imbeenses que possuem papel de destaque na comunidade. O evento contou com a presença do secretário municipal de Administração, Celso Silva Freitas, que representou o prefeito municipal Pierre Emerim.


Cada vereador indicou uma mulher para receber a honraria conforme determina a Lei Municipal 1.527/2014. A primeira foi Maria das Graças Silveira de Matos, homenageada pela vereadora Josi Barbosa (PMDB). Moradora de Imbé desde julho de 1989, Graça é servidora pública da Prefeitura Municipal de Imbé desde janeiro de 1990, quando foi nomeada em concurso público como assistente administrativo e, posteriormente, aprovada em novo concurso para Técnico Contábil. Contadora do Executivo desde 1990, afastou-se das funções para assumir a presidência da Associação dos Funcionários Municipais de Imbé (AFUMI). Logo depois foi a vez de Michele Becker Paz receber a homenagem por indicação do vereador Marco Antonio de Quadros (PDT). Moradora de Imbé há 22 anos, Michele é formada em Pedagogia e Supervisão Escolar na ULBRA leciona no município há 15 anos. Em 2013 assumiu a direção da Escola Municipal de Educação Infantil Peixinho Dourado, função que lhe rendeu o prêmio de “Diretora Destaque da Educação Infantil em Imbé” nos anos de 2014 e 2015.


A terceira agraciada da noite a também professora Clélia da Cunha de Morais, através do vereador Fabrício Rebechi (PDT). Formada em Estudos Sociais e Geografia na Universidade de Passo Fundo, e pós-graduada em Folclore pelo Instituto Palestrina de Porto Alegre, Clélia mora em Imbé desde 1992. Foi diretora das Escolas Santa Catarina (1996), Tiradentes (1997 e 1998), Olavo Bilac (1999 a 2001 e 2009 a 2012) e Manoel Mendes (2002 e 2003), além de ter sido a primeira diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Norberto Martinho Cardoso (2004). Aposentada desde 2012, atualmente é coordenadora pedagógica da Escola Estadual de Ensino Médio Nove de Maio e coordenadora do Pacto Nacional para o Fortalecimento do Ensino Médio. O vereador Osmar Junior (PV) concedeu a honraria para Luciane Cristiano Fernandes. Residente em Imbé desde a sua adolescência, Luciane é empresária do ramo alimentício, proprietária do Restaurante Sabor Caseiro da Lú, um dos restaurantes de maior sucesso e popularidade em Imbé, desde 2011.


Irecema Assmann foi indicada pelo vereador Dr. Leandro Candiago (PDT). Matriarca de uma das mais tradicionais famílias da cidade, veio residir em Imbé bem antes do município se emancipar de Tramandaí. A partir de 1986, Irecema fixou seu estabelecimento comercial no balneário Mariluz, a Casa das Cucas, um dos pontos comerciais mais movimentados da cidade na temporada de verão. Aos 89 anos, ela se diz uma pessoa realizada com sua família, composta atualmente por dez filhos, 27 netos, 43 bisnetos e seis tataranetos, muitos destes residentes na cidade. Em seguida foi a vez de Vera Regina Rolim Jacobs receber a homenagem das mãos do vereador Uiraçu Pinto (PDT). “Verinha da Vacina”, como é carinhosamente conhecida pela comunidade, é técnica de enfermagem referência em Imbé há cerca de 20 anos. Dedicada à sala de vacina do Posto de Saúde 24 Horas, Vera acompanha o desenvolvimento das crianças da cidade, além de estar diretamente envolvida na assistência aos portadores de tuberculose, supervisionando seus tratamentos tanto em Imbé como em Tramandaí. Ela também acompanha pacientes com necessidades especiais, os encaminhando para o processo de aquisição de órteses e próteses.


O vereador Régis Cacetinho (PMDB) indicou Lotte Ritter Port. Lotte é moradora do município de Imbé há 40 anos. Após o falecimento do seu marido, há mais de 20 anos, passou a se dedicar à comunidade. Foi tesoureira da Comunidade Luterana de Mariluz, tesoureira do Clube do Idoso em Imbé, fundadora do Clube do Idoso de Albatroz, fundadora do Baile do Idoso na Sociedade Amigos do Balneário Albatroz (SABAL) e fundadora do Coral da Igreja Luterana de Mariluz. Também é conhecida na comunidade local pelos seus aconselhamentos e conhecimentos relacionados a diversos tipos de enfermidades. Lilian Scur recebeu a placa através do vereador Valdomiro Marcelino Josefino, o Mirote (PDT). Moradora de Imbé há 27 anos, Lilian é formada em Educação Física e concursada no quadro do magistério municipal há 25 anos. Foi diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Olavo Bilac e atualmente é diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Catarina. Lilian acumula reconhecimentos na área, tendo sido escolhida diretora destaque pela Secretaria Municipal de Educação de Imbé (SMEC) no ano passado e, por duas vezes, primeiro lugar na pesquisa de preferência e simpatia pública pela Empresa Brasileira de Organização de Pesquisas, Publicidade, Indústria e Comércio (EMBOPPIC). A última homenageada da noite foi Antonia Maria Machado, a “Dona Preta”. Indicada pelo vereador Nilton Gaudério (PSDB), Antonia vem de uma das mais antigas famílias de moradores do município de Imbé. É mãe de 11 filhos, avó de 24 netos, 32 bisnetos e um tataraneto. Conhecida na região há mais de meia década por suas benzeduras, “dona Preta” ajudou muitas pessoas que a procuravam em busca de tratamentos para enfermidades através da fé.


Em nome das homenageadas, a professora Clélia da Cunha de Morais falou da honra em receber a homenageadas. “Todas nós escrevemos um pouquinho da história do município, uma história que ficará marcada para sempre. Agradeço aos vereadores por terem lembrado de nós”, disse. Por fim, o presidente da Casa ressaltou a importância de se reverenciar a atuação da mulher junto à sociedade. “Esta é uma noite importante para a Câmara de Vereadores de Imbé. Esta Casa, poder instituído para representar a comunidade, prestou uma homenagem importante para nove mulheres cujo trabalho social, comunitário e profissional é reconhecido por todos”, destacou o vereador Fabrício Rebechi. “A mulher é filha, é mãe, é esposa, é irmã, é avó. É conselheira, é protetora, é parceira. A mulher é o que ela quiser ser”, encerrou.

Voltar Voltar

Agenda de eventos